Love being naked...

segunda-feira, 16 de julho de 2012

0 comentários  

Babe Gorgeous: a piece of me...

Um feliz Natal a todos!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

0 comentários  


Desejo a todos um Feliz Natal. Que este Natal desperte o melhor nas pessoas, e os façam perceber o quão importante são nossos valores como seres-humanos!

Dirty fantasies...

sábado, 26 de novembro de 2011

0 comentários  

Even with the insistence on the day to day to prove to others and to ourselves that we follow the rules with a default predetermined already, we all feel tempted to do something that breaks this rule. Even in that situation where there is a thin voice whispering in the background, always your head not to make such "thing", but ironically, almost always, never just listening to that voice.
Livia is a typical girl who always lived in function of the bureaucratic rules of life. Great student, dedicated, an exemplary professional. This girl is an example of personal and professional success. Have a great family, and a boyfriend who "loves" as well as very well-groomed, physically and financially. But even when everything goes on the line, we always have our "Hellraiser private" to quibble.
She hid the seven keys their sordid secrets, among them, have a sexual relationship during a robbery ... Can you believe? The poor girl always wished for stronger adrenalinas, which had some sense to it, then one day, Livia got his car soon after his office hours, and went to a poor area and quite violent of their city. Oddly enough, his plan seemed to insanity, because she was up there, just to be robbed, as that if wanted to really go through it.
It was circulating in the streets of the neighborhood, going by word of mouth, looking for some sign of danger, when suddenly, when they stopped the car at red lights, she felt someone approaching, and almost as instantly a guy appeared at his window and said: "pass the bag!". She didn't even got nervous, was already waiting for it, then calmly, Lívia told him that would benefit much more than the scholarship if wanted. He in turn, was amazed by the calm of Moca, but saw that it wasn't kidding, and asked what kind of profit would have. She simply buttoned down some buttons of her blouse, and left a generous neckline to shows. The marginal soon grew the eye, opened a smile conman and asked what it was in order. She said she wanted to be abused in such a way that has never had before, and invited him to come into your car.
Already inside the car, he began to kiss her and force her as a genuine sena of rape! She scared tried to tell you, but at the same time was enjoying with all this. The marginal was ecstatic! Never had a woman as this willing to "serve him" in such a way. His hands badly treated slipped on the girl's body, denuding it and feeling it, while earning their own vertices. He then forced him to do oral sex on him. Lívia began to swallow his penis being forced by the hand of marginal in your head that was pushing against it. He whined and called her a bitch, while she continued the blowjob it turns between the penis and testicles. The man lay then opened his legs, and with one blow the penetrated so strong that made her cry. The girl was still frightened him with such violence, but it was precisely what she wanted. She entered the heavily while her breasts wordy, and pressured them with their calloused hands.
Wanting more adrenaline, Lívia demanded that he showed his firearm! He then drew the revolver caliber 33 and showed her, and said: "you like that huh? That is what you like slut? ", then he stuck the barrel of the gun in her mouth, and ordered that she chupasse as it did with his penis. She just smiled and started to lick and swallow the weapon, as if it really to leave happy, to leave excited ...
He continued to penetrate it, but stopped asking if they could not do anal sex. She did not answer anything, just missed you like, and raised his hip, surrendering to the assailant. He was extremely excited and psyched with the girl, and as of again, penetrated without pity! In a single blow he penetrated deeply, Lívia screamed and whined asking for more and the calling of "marginal filthy". They continued this pace for a few minutes, when he finally decided to enjoy in her mouth. She swallowed it all, while he was penetrating her with your fingers so that she also had. Once finished, the marginal decided to spare it physically, materially, since he had slain it, literally.

Talking about sex with Babe Gorgeous:

terça-feira, 11 de outubro de 2011

0 comentários  

Sexual orientation...

Describes a pattern of emotional, romantic, and/or sexual attractions to the opposite sex, the same sex, both, or neither, and the genders that accompany them. By the convention of organized researchers, these attractions are subsumed under heterosexuality, homosexuality, bisexuality, and asexuality.
Sexual orientation traditionally was defined as including heterosexuality, bisexuality, and homosexuality. Asexuality is now considered a sexual orientation by some researchers and has been defined as the absence of a traditional sexual orientation; an asexual has little to no sexual attraction to males or females.
The multiple aspects of sexual orientation and the boundary-drawing problems already described create methodological challenges for the study of the demographics of sexual orientation. Determining the frequency of various sexual orientations in real-world populations is difficult and controversial.

Falando de sexo com Babe Gorgeous:

terça-feira, 27 de setembro de 2011

0 comentários  


Afinal, o que é orientação sexual?

Indica o gênereo pelo qual uma pessoa se sente preferencialmente atraída física e/ou emocionalmente. A orientação sexual pode ser assexual (nenhuma atracção sexual), bissexual (atracção por ambos os gêneros), heterossexual (atracção pelo gênero oposto), homossexual (atracção pelo mesmo gênero), ou pansexual (atracção por diversos gêneros, quando se aceita a existência de mais de dois gêneros). O termo pansexual (ou também omnissexual) pode ser utilizado, ainda, para indicar alguém que tem uma orientação mais abrangente (incluindo por exemplo, atracção específica por transgêneros).
E lembre-se, o termo "opção" ou "preferencia" sexual são termos ERRADOS, uma vez que toda e qualquer pessoa sente atração INVOLUNTARIAMENTE por outra pessoa, idependente de ser homem, mulher, raça e etnia, ou até mesmo de sentimentos. Segundo diversas organizações científicas não é possível forçar a alteração da orientação sexual de alguém!

August 19th, Babe Gorgeous birthday!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

0 comentários  


Today is very special! It's my birthday, and i just want to say that my biggest gift is your support and attention. I'm so glab to have this website, and having a huge success! I can't make it without you. Thank you all! ^.^

Sujas fantasias

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

0 comentários  

Mesmo com a insistência no dia a dia de provar para os outros e para nós mesmo que seguimos as regras com um padrão já pré-determinado, todos nós nos sentimos tentados a fazer algo que quebre essa regra. Mesmo naquela situação em que há uma fina voz de fundo, sempre sussurrando na tua cabeça para não fazer tal “coisa”, mas por ironia do destino, quase sempre, nunca acabamos ouvindo tal voz.
Lívia é uma típica garota que sempre viveu em função das regras burocráticas da vida. Ótima estudante, dedicada, uma profissional exemplar. A moça é um exemplo de sucesso profissional e pessoal. Tem uma ótima família, e um namorado que “a ama” além de muito bem apessoado, fisicamente e financeiramente. Mas mesmo quando tudo anda na linha, sempre temos nosso “inferninho particular” para nos atazanar.
Ela escondia a sete chaves seus segredos mais sórdidos, entre eles, ter uma relação sexual durante um assalto... Dá pra acreditar? A pobre moça sempre desejou por adrenalinas mais fortes, que tivessem algum sentido para ela, então certo dia, Lívia pegou seu carro logo depois de seu expediente, e seguiu para uma zona pobre e bastante violenta de sua cidade. Por incrível que pareça, seu plano parecia até insanidade, pois ela foi até lá, justamente para ser assaltada, como que se quisesse realmente passar por aquilo.
Ficou circulando pelas ruas do bairro, indo de boca em boca, procurando por algum sinal de perigo, quando de repente, quando parou o carro no sinal vermelho, ela sentiu alguém se aproximando, e quase como instantaneamente um cara apareceu em sua janela e disse: “passe a bolsa!”. Ela nem sequer ficou nervosa, já estava esperando por isso, então calmamente, Lívia disse a ele que lucraria muito mais que a bolsa se quisesse. Ele por sua vez, ficou espantado com a calma da moça, mas viu que ela não estava brincando, e perguntou que tipo de lucro teria. Ela simplesmente desabotoou alguns botões de sua blusa, e deixou um decote generoso a mostra. O marginal logo cresceu o olho, abriu um sorriso vigarista e perguntou do que ela tava afim. Ela disse que queria ser abusada de tal forma que nunca fora antes, e o convidou para entrar em seu carro.
Já dentro do carro, ele começou a beijá-la e a forçá-la como numa verdadeira sena de estupro! Ela assustada tentava conte-lo, mas ao mesmo tempo estava gozando com tudo isso. O marginal estava em êxtase! Nunca houvera uma mulher como essa disposta a “servi-lo” de tal forma. Suas mãos mal tratadas deslizavam sobre o corpo da moça, desnudando-a e sentindo-a, enquanto tirava seus próprios vértices. Ele então a forçou a fazer sexo oral nele. Lívia começou a engolir seu pênis sendo forçada pela mão do marginal em sua cabeça que a empurrava contra ele. Ele gemia e a chamava de puta, enquanto ela continuava a chupá-lo revezando-se entre o pênis dele e seus testículos. O homem a deitou em seguida, abriu suas pernas, e com um só golpe a penetrou tão forte que a fez gritar. A moça ainda estava assustava com tamanha violência, mas era justamente isso que ela queria. Ela a penetrava fortemente enquanto lábia os seios dela, e pressionava-os com suas mãos calejadas.
Querendo mais adrenalina, Lívia exigiu que ele a mostrasse sua arma de fogo! Ele então sacou o revólver calibre 33 e mostrou a ela, e disse: “Tu gostas disso né? É disso que tu gostas vagabunda?”, então ele enfiou o cano da arma na boca dela, e ordenou que ela chupasse como fazia com o pênis dele. Ela apenas sorriu e começou a lamber e engolir a arma, como se aquilo realmente a deixasse feliz, a deixasse excitada...
Ele continuava a penetrá-la, mas interrompeu perguntando se não poderiam fazer sexo anal. Ela não respondeu nada, apenas ficou de gostas, e levantou seu quadril, se entregando para o assaltante. Ele estava extremamente excitado e empolgado com a moça, e como da outra vez, a penetrou sem dó! Num só golpe ele a penetrou profundamente, Lívia gritava e gemia pedindo por mais e o chamando de “marginal imundo”. Eles continuaram neste ritmo durante alguns minutos, quando ele finalmente resolveu gozar na boca dela. Ela engoliu tudo, enquanto ele terminava penetrando-a com os dedos para que ela também gozasse. Depois que terminou, o marginal resolveu poupá-la materialmente, já que fisicamente, ele havia massacrado ela, literalmente.